Wiki Castlevania
Advertisement

Carmilla (カーミラ, Kāmira) é a segunda principal antagonista da série animada de Castlevania. Ela é a rainha vampira de Estíria, bem como a líder do Conselho das Irmãs. Ela é uma nobre maquinadora e manipuladora, e ex-aliada e general do Lorde Drácula, que buscou usurpar o controle sobre os vampiros dele e criá-los como a nova espécie dominante do mundo.

Ela foi dublada por Jaime Murray na versão em inglês da série, e foi dublada por Gisele Vechin na versão em português.

História[]

Carmilla chega tarde ao conselho de guerra do Drácula, anunciando que as forças demoníacas foram derrotadas na cidade de Gresit, e abertamente desafia Drácula perguntando por que ele não transformou sua esposa Lisa em uma vampira, o que a teria mantido longe da Igreja fanática que a queimaram na fogueira, completamente incapazes de compreender que ele poderia amá-la genuinamente em vez de usá-la como escrava sexual. Isso irritou muito Drácula e chocou os outros generais vampiros; no entanto, tal reação era exatamente o que ela queria. Drácula ordena que ela se encontre com ele na lareira. Calmamente, Drácula nota sua entrada bastante dramática e a questiona. Em primeiro lugar, ele queria saber por que Godbrand se comunicava com ela, o que ela acreditava ser resultado de um desejo de fazer sexo com ela. Ao que ele perguntou se ela pretendia, e ela disse que só seria possível se todos os outros vampiros machos caíssem mortos, mais metade das fêmeas e alguns animais. Enquanto Drácula se divertia levemente com isso, ele questionou quais vantagens sua raiva trouxe para ela. Carmilla disse que nada daquilo foi feito para ofender e simplesmente algo óbvio que ela corajosamente perguntou.

Os nobres vampiros continuam lutando, furiosos porque Drácula confia em dois Forjadores humanos, Hector e Isaac, mais do que eles, e temem que seu objetivo de genocídio total da raça humana os deixe incapazes de se alimentar e condenados à extinção por sua vez.

Ao saber que Trevor Belmont, Sypha e o filho do Drácula, Alucard, se uniram para destruir o Drácula, Carmilla enlouquece, sabendo o quão poderosos eles são e insiste em matá-los imediatamente, mas os outros não ouvem. Ela fica cada vez mais frustrada com o balbuciante Godbrand, que só pensa que ela quer falar com ele sobre dormir juntos. Eventualmente, ela o derruba e afirma que Drácula está se transformando em um homem velho e triste como seu mestre anterior.

Drácula manda Carmilla trabalhar com Hector e Isaac, e ela aproveita para convencer o indeciso Hector a atacar a propriedade Belmont e atacar a cidade de Braila –que ainda não estava na lista de Drácula– com os monstros que ele forjou, plantando dúvidas em sua mente sobre a sanidade do Drácula.

Enquanto os vampiros estão massacrando todos em Braila, Carmilla faz seu movimento. Ela cria o fanático bispo como um morto-vivo para fazê-lo abençoar a água do rio Danúbio e usa seu exército de vampiros para emboscar as forças de Drácula e fazê-los cair na água benta, destruindo-os. Logo depois disso, ela arrasta Hector com ela e lança suas tropas para atacar o Castelo do Drácula.

Bem quando Drácula está prestes a destruir Carmilla e suas forças por si mesmo, Sypha lança um feitiço para teletransportar o castelo, deslocando a água abençoada que acaba destruindo todos os exércitos de Carmilla, com ela e Hector escapando por pouco.

Finalmente, depois que Drácula é destruído pelos heróis, Hector está farto de Carmilla e tenta fugir, chamando-a de louca, mas ela o derrota violentamente e o acorrenta, declarando que ele agora é seu escravo e o forçando a forjar um exército de demônios para restaurar o seu exército que foi dizimado.

Família[]

As "irmãs" de Carmilla não são realmente irmãs de sangue, sendo assim irmãs adotadas ou aliadas.

Galeria[]

Curiosidades[]

  • O formato de seu rosto é aparentemente baseado na máscara icônica da Carmilla original, que apareceu pela primeira vez em Castlevania II: Simon's Quest, tendo uma cor de pele principalmente pálida e uma testa arredondada que termina em um queixo pontudo.
    • Todos os outros membros do Conselho usam anéis baseados na máscara original de Carmilla: Lenore usa o dela na mão, Morana na orelha e Striga no cabelo.
  • O papel de Carmilla como traidora é irônico, já que nos jogos ela é uma das servas mais leais de Drácula.
  • Carmilla pode ser ambidestra, pois empunha a espada com as duas mãos por vários momentos.
  • O figurino de Carmilla é aparentemente baseado em seu retrato na saga Lords of Shadow, com placas de metal em seus ombros e usando um vestido longo. A forma como os seus longos cabelos lisos são penteados também se assemelha ao capuz da personagem mencionada. Também é notável que ela tem um pequeno decote que é semelhante em forma à crista do crânio dos uniformes da Irmandade da Luz.
  • Conforme declarado durante sua conversa com Morana e Striga, Carmilla foi sugerida para manter um harém de homens para se entreter quando está em seu castelo; tendo sido insinuado que ela tinha dormido em seu quarto com pelo menos três deles.
Advertisement